.

17 de jul de 2012

Renovando a forração de cadeiras, com praticidade

Foi em junho de 2011 que eu resolvi entrar num projeto, que para mim era novidade: Trocar o antigo tecido das minhas seis cadeiras e deixá-las novinhas e fáceis de limpar!
O trabalho de renovar o estofado.
O material e como eu fiz para renovar as cadeiras:

Por ser mais prático não retirei o tecido da forração original, apenas as revesti com napa que é de baixo custo e mais fácil de cuidar. Como eu disse, nunca tinha feito este tipo de reforma e além dos acessórios básicos como chave de fenda, alicate de bijuterias, lápis, régua e tesoura, o que eu utilizei foi um grampeador de tapeceiro (emprestado), grampos específicos R$ 10,00 a caixa  (sobrou muito grampo) e 1,80 cm. de napa fina cujo valor total foi R$ 24,50 (sobrou um pedaço que dá para mais 1 ou 2 cadeiras). 


Foi assim:

1- Desparafusei os tampos das cadeiras e mantive a forração original, cobrindo-a  com napa;
2- Antes, tomei as medidas da largura e altura com fita métrica deixando sobra de mais ou menos 10 cm. (4 dedos) em todas as bordas;
3- Fiz um molde em jornal e cortei 6 vezes na napa, de forma que aproveitasse bem o material e evitasse desperdício;
4- Depois, no chão forrado, coloquei os tampos sobre o avesso da napa e fui ajustando e pregando primeiro nas quinas dos quatro cantos, depois pregando e ajustando nos demais espaços, sempre acertando o material para não ficar frouxo ou esticado demais;
5- Após tudo devidamente grampeado, foi só parafusar novamente nos devidos lugares;
Antes tecido clarinho, depois material sintético na mesma cor.

Qual o resultado?

Depois de muita paciência, muita força no grampeador - alguns calos e um dedo furado (Risos!) -, horas e horas de bastante trabalho, além da ajuda de uma irmã e de meu filho, finalmente as cadeiras ficaram ótimas!


"Porque o Alinhavos de Moda não é sobre decoração eu não ia mostrar esta experiência; porém como sobrou napa deste serviço e eu a utilizei para criar bijuteria - este belo maxi colar - então resolvi mostrar que nada se perde e tudo se transforma: Os materiais que sobram de algum tipo específico de artesanato podem ter outras diversas funções e utilidades... É só inventar!"

Limara Lis
Alinhavos de Moda

5 comentários:

  1. Muito bom. Fiz o mesmo com minha tábua de passar.
    http://www.cortecosturaecriatividade.com/2012/04/repaginando-tabua-de-passar.html

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito.Ficaram ótimas, e principalmente quando está em jogo a praticidade de nosso dia a dia, senão não sobra tempo para o laser, diversão, descanso...
    Eu também preciso reformar alguns móveis, mas me falta tempo. Trabalho o dia inteiro e sábado e domingo ídem (no sítio). E agora nas férias não quero me ocupar disso, pois são só duas semanas. Vou deixar para o final do ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Regina querida!

      Aqui a família é grande e euzinha tenho que cuidar de tudo sozinha. Preciso tornar a minha vida mais prática para continuar na ilusão de que vou dar conta de fazer mil e uma coisas básicas e essenciais mais outras mil que eu mesma invento pra fazer... (Risos!)

      Não faça como eu, aproveito suas férias para descansar. E obrigadinha, por papear aqui comigo!

      Excluir
  3. Oi!Nem tinha reparado que ficaram muito bonitas! Mas eu deu uma mãozinha,lembra? Aqui eu tenho duas cadeiras decorativas na sala que já troquei umas três vezes os revestimentos.Já coloquei outro tecido, coloquei uma napa bege camurçada, depois ela encardiu também, e eu fiz uma pintura, e quando enjoei, encapei de napa preta.Beijos.Rosilda

    ResponderExcluir