.

2 de nov de 2015

Quem não gosta de roupa que dure muitas estações?

Minha roupa não é descartável. E a sua? 

“Sou contra a moda que não dure. É o meu lado masculino. Não consigo imaginar que se jogue uma roupa fora, só porque é primavera.” Coco Chanel
Alinhavos de Moda: Meu macacão preto, longo, básico.
O mesmo macacão preto viaja por aí, improvisa em look para brincar de festinha de Halloween, vai à coquetel de lançamento de livro, bate perna por aí, vai ao salão de beleza e etc.

Talvez por saber costurar e ter a noção de todo o trabalho que dá fazer uma roupa, em cada peça feita por mim ou que eu compre pronta, as minhas escolhas são para durar muitas estações. Não adquiro por impulso, sem pensar na qualidade e versatilidade na hora de usar. Às vezes sou enganada quanto aos tecidos, que estão cada vez de qualidade inferior. Quanto à modelagem, caimento da peça, acabamento das costuras e possibilidades de uso, sou chata mesmo!

A ideia de qualidade costuma ser associada a preço alto e a grife, mas não, nem sempre é verdade. Bem garimpadas, há roupas acessíveis e de qualidade. E o contrário, também: roupas que se diz “de marca”, mas que não valem o investimento.

Compro pensando nas ocasiões em que vou vestir, nas peças que já tenho no armário, em minha silhueta. Gosto do que combinará ou se harmonizará com itens que já possuo; isto facilita na hora de coordenar as peças e montar várias produções de look. Não levo só porque está na moda: se não fica bem em meu corpo, se não me deixa confortável e me sentindo confiante; jamais vai para o meu cabide!


Vale investir:

  • - Modelos básicos, clássicos, neutros e atemporais;
  • - Peças que coordenem entre-si e com outras do guarda-roupa;
  • - Algumas poucas e boas peças de tendência; (Visual sempre renovado!)
  • - Trajes de fácil vestibilidade e fechamento; 
  • - Modelagem perfeita para o seu tipo físico;
  • - Bom acabamento interno e externo;
  • - Tecidos de qualidade e adequados ao modelo;
  • - Acessórios variados para atualizar, alegrar e sofisticar o look;
  • - Em cuidados com a higiene e conservação do traje;
  • - Outros que você se lembre; (Me conte, por favor!)
Repetindo macacão preto básico
Eu e o mesmo macacão preto básico para sempre! (Risos!)


Sabe aquela peça que a gente gosta muito, que nos deixa radiantes, que traz elogios dos amigos quando a gente veste, e, que nos parece tão especial?

Conversando com uma amiga, contei-lhe que: quando canso de uma peça que eu gosto muito, não a descarto, guardo-a por algum tempo. Esqueço-a por um período indeterminado... Um belo dia, eu a retiro do guarda-roupa e até parece que é uma roupa novinha em folha! Porém, se ainda está em forma mas ganhou cara de antiga, faço uma customização, ou uma “remodelagem” reformando a peça: E é vida nova outra vez!... Minha amiga assertiva respondeu que faz o mesmo que eu, só que leva para uma costureira!


É possível criar com a mesma roupa um novo look... 

Só caprichar nos acessórios!
  • 1- Usar um maxi-colar, ou vários colares (2 ou 3) ao mesmo tempo; (Foto abaixo: um longo e um curto de pérola fake.)
  • 2- Variar as bolsas em cores, formatos e tamanhos, conforme a ocasião;
  • 3- Mudar o calçado: salto alto, médio ou baixos/cores e modelos conforme a produção;
  • 4- Sobreposição de colete, blazer, lenços e echarpes e etc...;
  • 5- Incluir cor nos acessórios se o traje for básico e de cor neutra, por exemplo;

Não pode faltar acessório! Macacão com colares.
O meu teimosos macacão pretinho básico e alguns de meus colares.
Meu guarda-roupa tem peças básicas, atemporais, cores clássicas, muito monocromático e algumas cores e estampas especiais. Talvez o meu estilo seja uma mistura entre o contemporâneo, o esportivo, o romântico, o clássico, o básico, o descontraído e o "sofisticadamente simples e acessível".

Você também repete roupa?


(Créditos: macacão preto antigo que comprei em loja física da Hering.)

Limara Lis
Alinhavos de Moda

Nenhum comentário:

Postar um comentário